Sobre mim

Eu sou a do canto esquerdo,  as outras pessoas preferiram não ser identificadas

Eu sou o Darth Vader, as outras pessoas preferiram não ser identificadas

Devo ir dizendo logo que não sou da área de audiovisual, nem de comunicação, nem de jornalismo. Como formação mesmo eu tenho uma graduação em direito que estou tentando sepultar há tempos, mas isso já é outra história.

Mesmo assim, acho que já vi filmes o suficiente  pra ter algumas opiniões e, mudando só um pouquinho o lema do chefe Gusteau de Ratatouille, acho que todo mundo pode gostar de cinema. Por isso considero o termo “cinéfilo” meio  desnecessário, já que nunca na vida encontrei alguém que não tivesse pelo menos um filme favorito.

Chef Gusteau

Não tenho nada contra cinema de qualquer parte do mundo, nem contra gêneros específicos. Quer dizer, só contra os épicos, já que por conta da minha péssima memória visual nunca consigo reconhecer os inúmeros personagens, e saber quem já morreu.

Acho que uma pessoa tem direito de só gostar de filmes hollywoodianos tradicionais e certinhos, eu mesma gosto de vários que são assim, mas penso que a recompensa é muito grande quando a gente se dá a oportunidade de ver uma coisa diferente do que se está acostumado. Só não tenho paciência pra esse uso indiscriminado de nomes de diretores consagrados como se fossem passaportes pra um clubinho secreto.

Minha proposta aqui é falar de diversos filmes, de origens e tradições diferentes, e tentar combinar uns com os outros e com informações que eu adquiri de vários outros lugares. A intenção é auxiliar a minha memória mesmo, e evitar aquelas situações em que pensei em algo muito legal mas deixei pra lá, e acabou se perdendo pra sempre.

De resto, eu sou uma cria da década de oitenta, baiana de Itabuna, mas morando em Belo Horizonte desde 2010, ano em que também tive a ideia genial de casar com o Lucas. Infelizmente, não tenho cachorros.

A Brigitte Bardot pediu tanto pra apagar essa foto

A Brigitte Bardot pediu tanto pra apagar essa foto

Anúncios

6 thoughts on “Sobre mim

  1. Muito legal seu blog, gostei da sua maneira de abordar os assuntos, e você escreve muito bem, parabéns!
    Sobre este post de apresentação, tenho o mesmo ponto de vista que você, tenho muitos amigos e conhecidos que gostam de filmes, principalmente os “cults” e quando falam perto de mim eu fico simplesmente boiando pq não consigo saber o nome de todos os diretores e blá blá blá, aquela historia de sempre, como vc disse, o povo do clubinho secreto, bleh. (p.s: legal que você é da cidade onde meu querido pai nasceu! Os baianos são muito simpaticos né? hehe)

    Abraços!

    • Oi Jéssica!Eu fiquei feliz mesmo com o seu comentário, era exatamente essa mensagem que eu queria passar com esse blog e que bom que eu consegui. Obrigada pelos elogios todos, e espero que você volte aqui mais vezes. E seu pai também é um grapiúna/papa-jaca? Manda um beijo pra ele 😀

  2. Cara, tu botou um chifre na Brigitte? Tu é do mal….. kkkkkk
    A única coisa que fiz foi tirar uma foto com a perna cruzada com uma mocinha (quase kkkkkkkk) pois a dela escancarada está demais! kkkkkkk
    viciei na sua página, morri de rir com algumas coisas
    bj

    • Hahaha, verdade né, Renata? Não é porque a mulher era uma artista de cinema que tinha que sentar desse jeito espaçoso, ocupando o banco quase todo 😀 E que bom que você gostou do que eu escrevo aqui, tá meio desatualizado, mas de vez em quando eu volto a dar os meus pitacos. Já leu a trilogia Lua de Cristal?

Deixe seu palpite aqui. O poder é de vocês!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s