Segunda-feira ao sol (2002)

Resenha escrita em 2006, num outro blog, numa galáxia muito distante.

Se o Oscar fosse uma premiação justa, eu ousaria dizer que a Academia fez uma confusão quanto aos filmes do ator espanhol Javier Bardem: ao invés de premiar como melhor filme estrangeiro o insosso Mar Adentro, em 2005, tal reconhecimento deveria ter sido dado alguns anos antes, em 2003, ao ótimo Segunda-feira ao Sol (Los Lunes al Sol).

A temática deste lembra um pouco o inglês Ou Tudo ou Nada (The Full Monty, que ganhou o Oscar de melhor trilha sonora em 1998) pela abordagem de um problema sócio-econômico (o desemprego) no contexto de alguns indivíduos, sem referências propriamente políticas.

Do título original já dá pra deduzir alguma coisa, trata-se de uma frase usada numa manifestação real de desempregados espanhóis, um eufemismo irônico para a situação em que se encontravam. Verídicas também são as imagens de tumultos usadas no início do filme, um modo de expressar a ligação à realidade espanhola sendo, nas palavras do diretor Fernando León de Aranoa, não baseado em uma história real, mas em milhares.

Pode-se dizer que esta produção é como encontrar os amigos no fim do dia em uma mesa de bar (natural já que é no bar que se passa boa parte da história) a realidade é triste e difícil, mas com um pouco de humor e boa vontade as coisas podem ficar mais amenas. É isso que fazem os amigos Santa (Javier Bardem), José (Luis Tosar-Inconscientes) e mais um grupo de antigos trabalhadores de um estaleiro que perderam seus empregos em decorrência de reivindicações trabalhistas.

A desestruturação do indivíduo, com perda da sua auto-estima e crença em si mesmo em razão de não mais ser produtivo à sociedade é retratada tão fielmente que é impossível que nós brasileiros não reconheçamos algo de familiar entre os personagens. Esta identificação com o público foi vital para a repercussão do filme, permitindo-o alcançar tal popularidade na Espanha que foi escolhido para representar o país no Oscar 2003, superando até mesmo o almodovariano Fale com Ela (Hable com ella, 2002). Além disso, conquistou 5 Prêmios Goya(o Oscar da Espanha), 4 kikitos no Festival de Gramado e 4 Prêmios no Festival de San Sebastian.

Ao invés de apelações ao sentimentalismo fácil (não há nem mesmo crianças no núcleo principal) temos o cotidiano de pessoas que tentam sobreviver, ainda que de um modo alternativo, seja recorrendo a artifícios estéticos para “rejuvenescer” e concorrer a empregos com limite de idade, trabalhando como babá em lugar de outra pessoa, furtando sapatos, batalhando judicialmente por quantias mínimas ou fazendo verdadeiras refeições com amostras grátis em supermercados.

Uma boa contribuição para o humor do filme é a presença do personagem Serguei (Serge Riaboukine), um ex-astronauta egresso da antiga União Soviética, representando o olhar de quem já conviveu com o sistema comunista e acabou se tornando mais um excluído numa economia de mercado.

A atuação de todo o elenco é impecável, com destaque para Javier Bardem, que chegou a ganhar prêmios como melhor ator. Seu personagem Santa é malandro, aproveitando oportunidades de modo não muito honesto, mas permanece com a consciência de classe dos seus tempos de militante e recusa-se a aceitar o papel de estorvo social (o que proporciona uma interpretação inusitada da fábula “A cigarra e a formiga”). Sua lealdade aos amigos garante alguns dos momentos mais comoventes do filme. Também digna de atenção é Nieve de Medina, que interpreta Ana, esposa de José, uma trabalhadora que sente repulsa do próprio ofício e acaba, com isso, sentindo nojo de si mesma.

Quanto aos extras do DVD, não se pode deixar de assistir ao making of, que conta com depoimentos do diretor e dos atores principais, sendo de grande importância para a compreensão de vários aspectos do filme.

Anúncios

2 thoughts on “Segunda-feira ao sol (2002)

Deixe seu palpite aqui. O poder é de vocês!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s